Júlio Cardoso/Projeto Baleia à Vista

Baleias voltam a dar show no Canal e agora aparecem na rota da travessia de balsa



Postado em: 23/06/2019


Mais um espetáculo da baleias jubartes no Canal de São Sebastião, desta vez, na manhã de sábado (22/6). Integrantes do projeto "Baleia à Vista" registraram a presença de 16 baleias, sendo que algumas chegaram a ficar na rota de travessia de balsa. Um alerta foi emitido pelo rádio de comunicação entre embarcações. 

O projeto "Baleia à Vista" estuda criar um protocolo de segurança para tornar a comunicação mais eficiente. O show das baleias pôde ser acompanhado por passageiros das balsas. 

O aparecimento de baleias no Litoral Norte é comum nesta época do ano e número de registros têm sido crescente. Na semana passada, o empresário Daniel Marçal, morador de Ilhabela, registrou o momento em que baleias da espécie Jubarte passavam pelo Canal de São Sebastião (veja o vídeo na matéria). O "Projeto Baleia à Vista" dá orientações aos navegantes de como proceder ao avistar baleias próximo às praias da região. 

De 2004 até agosto de 2017 foram 107 registros de cetáceos feitos pelo "Projeto Baleia à Vista", de Ilhabela, e colaboradores. No ano passado, 83 baleias foram avistadas na região pelo mesmo projeto. Este ano, as primeiras baleias chegaram no início deste de junho e cerca de 30 já foram observadas, o que torna a observação de baleias uma grande e nova atração turística natural na região.

As jubartes habitam todos os oceanos. Elas migram uma vez ao ano. No verão, elas seguem para águas polares para se alimentar; no inverno, se dirigem a águas tropicais e subtropicais para acasalar e dar à luz. Elas devem permanecer por aqui até dezembro.

Normas para observação 

Com a chegada das baleias, um grande número de pessoas sai de barco na tentativa de avistá-las. Para evitar que sejam feridas, existem normas, que são: manter distância adequada (100m); não perseguir e nem bloquear as baleias; ao avistar uma baleia reduzir a velocidade e parar, se necessário, a embarcação, para evitar acidentes e distúrbios; e nunca manter mais de duas embarcações próximas a uma baleia.

O "Projeto Baleia à Vista" tem como missão monitorar, registrar e levantar informações sobre as espécies de baleias e outros cetáceos que frequentam a região de São Sebastião e o arquipélago de Ilhabela, além de desenvolver atividades socioeducativas com comunidades litorâneas da região, por meio da difusão de informação e educação ambiental. Também apoia grupos de estudos interessados em biologia e ecologia de cetáceos e conservação marinha. Mais informações sobre o projeto podem ser obtidas acessando o seguinte link: https://www.projetobaleiaavista.com.br/.



Últimas Notícias