Caraguá continua com ações de combate à dengue aos finais de semana



Postado em: 10/02/2014


 

Caraguatatuba-10/02/2014 - O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) intensificou as ações para identificar e eliminar os criadouros do mosquito Aedes aegypti. Desde o final de 2013, os agentes vistoriaram cerca de 600 imóveis aos sábados e domingos. A população também pode retirar gratuitamente telas para caixa d’água no CCZ para evitar a proliferação do mosquito.


Desde janeiro a secretaria de Saúde de Caraguá registrou 91 notificações. Deste total, 32 eram negativos, dois positivos e 55 aguardam resultado. Os casos confirmados da doença ocorreram nos bairros do Tinga e do Porto Novo. Ao todo, 22 agentes formam a equipe de combate à dengue.

O coordenador da equipe de combate à dengue e biólogo do CCZ, Ricardo Fernandes de Sousa, disse que os casos suspeitos da doença são comunicados imediatamente ao setor. “Após a notificação, os agentes executam o bloqueio mecânico na casa do morador com suspeita de dengue e em nove quadras. Nos casos positivos, a equipe retorna ao local para aplicação do inseticida.”

De acordo com o coordenador, outra preocupação da equipe é com a chegada do sorotipo 4 da doença ao Litoral Norte. “Esse vírus já circula no Vale do Paraíba. A dengue é mais grave quando contraída pela segunda vez.”

Para Sousa, o número pequeno de casos da doença ocorre em função do clima seco. “Intensificamos os trabalhos nesta época para que a dengue esteja controlada nos meses de março e abril, período considerado o pico da epidemia”, afirma.

As ações terminam no final de semana que antecede o Carnaval de 2014. As vistorias são feitas das 8h às 14h.   O Centro de Controle de Zoonoses está localizado na Av. Ministro Dílson Funaro, 115 – Jardim Britânia.

Dúvidas, denúncias e pedidos de vistoria podem ser feitos pelos telefones (12) 3887-6085/ 3887-6888 de segunda a sexta das 8h às 17h.

Foto: Luiz Gava/PMC



Últimas Notícias