Cláudio Gomes/PMC

Prefeitura de Caraguá mira fiscalização contra dengue em casas de veraneio, colônias de férias e marinas



Postado em: 27/12/2017


A Prefeitura de Caraguatatuba montou um esquema especial durante a alta temporada para fiscalização e inibir os focos do mosquito transmissor da dengue, o Aedes Aegpity.

 Um dos maiores problemas enfrentados pela equipe da Secretaria de Saúde é, sem dúvida, as residências de veraneio que ficam fechadas boa parte do ano.

 Aproveitando a temporada de verão, a fiscalização será intensificada aos sábados e domingos. Casas de veraneio, hotéis, pousadas, colônias de férias, quiosques, marinas e comércios estão na área de atuação durante o período.

 Duas equipes vão orientar e, se necessário, notificar os proprietários se for encontrado algum criadouro do mosquito transmissor. As multas variam de R$ 1,6 mil e R$ 3,2 mil, de acordo com a legislação municipal.

 Além disso, desde outubro, a Prefeitura conta com o auxílio de um drone para monitorar as casas.

 As denúncias sobre locais de criadouros do mosquito transmissor da dengue podem ser feitas ao Centro de Controle de Zoonoses, pelos telefones (12) 3887-6085 e 3887-6888 ou indo à sede do CCZ, na Rua Ministro Dilson Funaro, 115, Jardim Britânia.

 Números

Em 2017, Caraguatatuba tem 13 casos confirmados da doença, sendo o último registrado no mês de setembro. Já em 2016, foram 68 casos da doença.



Últimas Notícias